21 2273-0041
2273-7546
2293-4829
96422-0770
ID Nextel: 88276*150

Visite nosso Facebook:

Como funciona a automação de piscinas - manutenção de piscinas

Os aquecedores de piscina são fundamentais para quem deseja lazer o ano todo.

É muito comum que o acesso às piscinas seja limitado quando o inverno chega, principalmente porque a temperatura da água torna-se muito mais baixa do que normal. Mesmo devido a isso, o desejo das pessoas é poder aproveitá-las durante todo o ano e isso só é possível através dos aquecedores de piscina.

Os aquecedores de piscina funcionam a partir de um sistema hidráulico que é capaz de controlar a temperatura da água através de uma bomba. Essa direciona a água da piscina para o aquecedor para que sua temperatura seja regulada, visto que os sensores presentes são capazes de ligar e desligar automaticamente quando necessário.

As inúmeras vantagens dos aquecedores de piscina faz com que eles sejam equipamentos extremamente funcionais.

Visto que as piscinas podem ser utilizadas tanto para o lazer, quanto para a prática de esportes, é importante que o seu acesso não seja limitado com a chegada do inverno outras mudanças do tempo. A temperatura ideal da água gira em torno de 27 °C e 30 °C mas quando os aquecedores de piscina são utilizados, a temperatura é elevada até 40 °C através de bombas, para que seja misturada ao restante da água do reservatório.

Para que esses equipamentos sejam adquiridos com o objetivo de manter o nível térmico com qualidade e eficiência, alguns pontos devem ser analisados com cautela. Por isso a Faria Bombas destacou os 10 fatos sobre aquecedores de piscina para saber antes de comprar:

1 – Sistema de aquecimento

O sistema de aquecimento dos aquecedores de piscina funciona através de bombas que permitem a circulação da água e sensores que detectam a necessidade de aquecimento e resfriamento da água. A partir disso, a temperatura da água é regulada sempre que houver necessidade.

2 – Atente-se ao tamanho da piscina

As dimensões do reservatório tem grande influência no tempo de aquecimento, logo, é importante verificar isso antes de procurar por aquecedores de piscina. Essa atenção é necessária porque o tempo de aquecimento da água de piscinas maiores pode demorar mais do que o de piscinas menores. Desse modo, dependendo do equipamento, ele não funcionará tão bem e levará então muito mais tempo para regular a temperatura da água.

3 – Alguns aquecedores de piscina são mais sustentáveis do que outros

A preocupação com o meio ambiente tem sido pauta de diversos segmentos industriais e isso não é diferente com os aquecedores. Por isso, algumas opções tendem a ser mais sustentáveis do que outras, visto que emitem menos poluentes na atmosfera terrestre.

4 – O tempo médio de aquecimento

Além do fator ‘tamanho do reservatório’, o sistema dos aquecedores de piscina também pode variar de acordo com a temperatura ambiente. Por isso, é indicado que em dias frios o aquecedor permaneça ligado entre 10 e 30 horas, pois, assim será possível que ele consiga alcançar uma temperatura agradável.

5 – Facilidade de instalação

Devido ao fato de que existem diferentes tipos de aquecedores de piscina disponíveis no mercado, a sua facilidade de instalação pode ser um fator determinante. Alguns modelos são mais práticos e levam menos tempo do que outros, mas apenas um profissional qualificado pode realizar esse procedimento com segurança e qualidade.

6 – Aquecedor elétrico

O método de funcionamento desses aquecedores de piscina é muito parecido com o do chuveiro, pois ele funciona a partir de uma resistência que realiza a troca de energia elétrica por térmica, fazendo com que a água seja aquecida. Os aquecedores elétricos possuem baixos custos com instalação, mas sua manutenção ao longo do tempo tende a torná-lo mais caro e menos vantajoso.

7 – Aquecedor solar

Esses aquecedores de piscina fazem parte dos mais sustentáveis, visto que não causam nenhum tipo de dano ao meio ambiente. Seu sistema de aquecimento funciona a partir de placas receptoras de luz solar que a transformam em energia térmica, direcionada então para a piscina. Apesar de não ser muito barato ao primeiro momento, o aquecedor solar minimiza os custos com manutenção a longo prazo.

8 – Aquecimento a gás

Esse tipo de aquecedor é um dos mais utilizados no Brasil, pois também é muito comum no aquecimento da água do banho. Os aquecedores a gás podem utilizar tanto o Gás Natural (GN) quanto o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) para o seu funcionamento. Ainda que tenha um bom desempenho quanto ao aquecimento da água, esses aquecedores de piscina não estão entre os mais sustentáveis.

9 – Trocador de calor

Esse tipo de aquecedor também é conhecido como bomba de calor e está entre os mais eficientes aquecedores de piscina. Seu sistema de funcionamento não está diretamente ligado com a transformação de energia elétrica em térmica, visto que o trocador de calor capta o ar quente e o desloca para a água. Embora o aquecimento não seja feito rapidamente, sua instalação está entre uma das mais rápidas.

10 – Aquecimento a lenha

Embora pouco utilizado, esse tipo de aquecedor é um dos mais trabalhosos quanto à sua instalação, mesmo que esses modelos de aquecedores de piscina estejam entre um dos mais baratos. Apesar disso, o aquecedor a lenha não está entre as opções mais sustentáveis, visto que exige a retirada de madeira da natureza.

POSTS RELACIONADOS