21 2273-0041
2273-7546

Visite nosso Facebook:

larvas_0001

A dengue sempre fez muito estrago na época do verão, todos nós sabemos disso e já estamos até acostumados. Porém, a dengue, dessa vez, não é o único vilão. Ela veio acompanhado da Zika e da Chicungunha. Que são doenças igualmente perigosas.

As autoridades competentes estão tomando severas medidas para combater o crescimento desenfreado do mosquito. Estudos estão sendo feito e milhões estão sendo gastos. Na esperança de achar uma possível cura o Governo Federal em parceria com o Ministério da Saúde trabalham para que o número de casos no país diminua.

Os casos de dengue, zika e chicungunha crescem a cada dia, pessoas estão ficando doentes e lotando os hospitais, o que faz transparecer que a crise está em seu nível mais preocupante. Com a falta de verba no governo do estado ficou difícil manter a boa saúde da população. Os casos de microcefalia também estão aumentando e a saúde do brasileiro está indo pelo ralo.

A incapacidade do governo de prestar um bom serviço sanitário tornou-se evidente, não só para a população mas para o mundo. Somos alvo de manchetes de tabloides ingleses e de renomados jornais Norte Americanos, onde a falta de responsabilidade e controle são o que regem a situação do Brasil hoje.

Diante de tamanha falta de controle básico, cabe a nós, termos o mínimo de responsabilidade cívica e acabarmos com os focos do mosquito. Pelo menos nas nossas casas. Verifique a caixa d´água, limpe a calha, esvazie as garrafas, mantenha a piscina limpa. Tudo isso ajuda a manter a dengue e todas essas doenças longe da sua casa.

O mosquito é um inseto pequeno que tem causado muitos problemas, como o governo não ajuda, cabe a nos manter-nos prontos e atentos para que esse problema não se torne ainda maior. A doença sempre vai existir, mesmo quando houver uma vacina, a vacina não vai matar a dengue, vai nos ajudar na proteção. Precisamos reconhecer que todo verão, e possivelmente durante todo ano, essa rotina de verificações e cuidados será constante. O Brasil precisa deixar de ser o país do futebol. Quando isso acontecer ai sim seremos um sociedade sólida e completa.

Faria Bombas
Fale com um atendente

Paulo Henrique: 21 96422-0770

Graciano: 21 96422-1951

WhatsApp